sexta-feira, 4 de maio de 2018

Maresía (2018)

Maresía de Manuel Pereda (Espanha) é uma das curtas-metragens presentes na secção UnoCortoyRapidito da nona edição do Festival Internacional de Cine de Piélagos que termina amanhã dia 5 de Maio na Cantábria, em Espanha.
Ela espera num terminal de comboio. A sua espera quase parece ansiosa e demente. Os seus pensamentos cruzam-se com o que escreve no telemóvel mas... serão mesmo os seus pensamentos?
Quase exclusivamente centrada num único espaço geográfico e temporal, Maresía cruza a incerteza ao lançar o espectador numa história que tanto pode estar a decorrer para a personagem central da história como, inesperadamente, apresentar elementos que o podem lançar na convicção de que aquilo a que assiste não é necessariamente aquilo que acontece à mesma... ou mesmo equacionar sobre a sua (im)provável existência.
Filmado a preto e branco com breves apontamentos finais a cor, Maresía é a típica curta-metragem que não poderia ser tão breve para esclarecer mais sobre as pontas soltas que deixa para a livre imaginação de um espectador nem sempre certo dos destinos da sua personagem principal nem tão pouco sobre as intenções de um realizador e argumentista que (aqui) apenas deixam uma vaga incerteza sobre os limites do real e da ficção para a mesma.
.
4 / 10
.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário