sábado, 15 de dezembro de 2012

The Hunger Games (2012)

.
The Hunger Games: Os Jogos da Fome de Gary Ross foi um dos filmes mais antecipados do primeiro semestre do ano e que conta com a participação de uma das actrizes mais desejadas do momento... Jennifer Lawrence.
Este filme transporta-nos para o universo de Panem, um Estado totalitário dividido entre doze distritos mais a capital saída vencedora de uma revolta que a opôs aos referidos distritos.
Como forma de celebrar a vitória sobre os distritos revoltosos são seleccionados dois jovens de cada um deles para competir nos jogos que são, acima de tudo, uma demonstração de poder de vencedor sobre vencidos para que estes não ousem uma nova revolta contra a sede do poder. Num misto de entretenimento e sobrevivência brutal de onde apenas um irá escapar, tendo assim de eliminar todos os outros concorrentes, estes jogos são transmitidos para todo o Estado como forma de repressão e de domar qualquer sentimento de revolta que os cidadãos possam sentir.
Quando Prim do distrito 12 é seleccionada para a competição, Katniss (Lawrence) a sua irmã mais velha, oferece-se para ir em seu lugar e, acompanhada por Peeta (Josh Hutcherson) prepara-se para os jogos dos quais poderá não regressar com vida.
Este filme com argumento do realizador Gary Ross em parceria com Billy Ray e com Suzanne Collins, a autora da obra homónima, é um interessante retrato sobre a ditadura e um regime autoritário regulado por uma elite que além do entretenimento procura a humilhação e subjugação do "outro" perante o seu poder inquestionado. Os oprimidos, retratados pela imagem de um conjunto de subúrbios da metrópole que, destroçados por uma revolta e guerra perdida, se encontram agora como uma espécie de colonatos que estão completamente desprovidos de direitos. Por outro lado temos essa mesma metrópole rica e opulenta que tendo saído vencedora de uma guerra exerce anualmente uma demonstração de força sob os colonatos periféricos ao seleccionar por entre os seus descendentes um jogo de sobrevivência e auto-aniquilação que os impede de se sublevarem novamente contra a mesma.
Jennifer Lawrence que aqui interpreta "Katniss", a pesonagem principal deste filme, é o rosto perfeito que encarna o espírito de todo um conjunto de pessoas que, estando "presos" pelos crimes de revolta dos seus antepassados, sente ainda a vontade de resistência e de sobrevivência contra uma sociedade opressora que os impede de viver uma vida digna entre os seus pares. Os sentimentos contidos no seu pensamento são aos poucos revelados inicialmente apenas pelo seu olhar mas, com o tempo pela sua postura combativa e de sobrevivência e auto-preservação. De irmã protectora e maternal abdica da sua segurança a favor da jovem irmã numa sociedade onde poucos conseguem ultrapassar a adolescência, para uma jovem muher combativa e segura do seu lugar num jogo que tem tudo contra ela desde o ambiente natural do espaço em que é inserida até aos seus adversários que são, na sua maioria, treinados desde que nascem para ali poderem combater.
A seu lado temos um Josh Hutcherson que com o seu "Peeta" revela a existência de um jovem mimado e desinteressado no mundo que existe em seu redor mas que, com o tempo, demonstra ser capaz de abdicar da sua própria segurança em nome de algo mais importante e que o próprio desconhecia... o amor.
É esta dupla que de distante e com poucos elementos identificativos que os unia, encarna o espírito de todo um povo oprimido. Dos iniciais sentimentos de inadaptação e há pouca química existente entre ambos, passam rapidamente a uma dupla de lutadores que espelham não só uma vontade de sobrevivência como de sacrifício e também de amor e esperança. É neles que os muitos que ficaram para trás se revêem e percebem existir uma esperança por um futuro melhor que, esperam, surja rapidamente.
De destaque estão ainda as interpretações de Stanley Tucci como o apresentador do programa que é transmitido para milhões e que acaba por, à sua maneira, "construir" e fazer daquelas figuras os concorrentes que todos querem ver e, de certa forma, encontrar neles aspectos com os quais se possam identificar. Temos ainda Woody Harrelson como um antigo vencedor daquele campeonato e que serve agora de mentor para os novos jogadores, Wes Bentley como um dos principais mentores do programa e ainda Lenny Kravitz que tem uma participação especial como aquele que ajuda "Katniss" nas suas regras de comportamento perante as câmaras e o público.
Além das interpretações e do argumento que são bastante eficazes em recriar um mundo onde as liberdades e garantias já há muito se extinguiram, este filme destaca-se ainda por alguns interessantes e bem executados aspectos técnicos onde se destacam a banda-sonora de James Newton Howard que tanto assume contornos dramáticos como épicos, a fotografia de Tom Stern que que em conjugação com o elaborado guarda-roupa da autoria de Judianna Makovsky ora retrata um mundo empobrecido dos distritos desfavorecidos como a opulência de uma metrópole indiferente e pouco igualitária, e é nestes três aspectos que se centram os mais fortes aspectos de todo o filme e aos quais podem ser atribuídos futuramente alguns prémios.
Um épico de aventura e acção que nos prende ao ecrã e que nos deixa a aguardar com muita antecipação pelos dois títulos que irão dar continuidade a esta história em que a liberdade se encontra reprimida e o desejo de resistência é uma constante, que transformou definitivamente Jennifer Lawrence num valor seguro para o futuro e da qual ainda iremos certamente receber muitos e bons desempenhos.
.
.
8 / 10
.

Sem comentários:

Publicar um comentário