sexta-feira, 10 de julho de 2020

Primeiro Cais (2019)

.
Primeiro Cais de Chiara Missaggia (Portugal) é um dos documentários presentes na respectiva selecção oficial da sétima edição do Leiria Film Fest actualmente a decorrer na cidade beirã.
Cacilhas. Um grupo de homens reúne-se e fala sobre pesca e o percurso que os levou até esta actividade para uns lúdica para outros como forma de subsistência.
Este documentário de Chiara Missaggia reflecte, e tem como premissa principal, a formação involuntária de um grupo - ou de uma tribo - que, qual família, se reúne regularmente e ali partilham experiências, conhecimentos e vivências encontrando, naquelas pessoas e naquele lugar, uma zona de conforto onde agem e reagem com a confiança de que ali, independentemente de tudo o que se passe ao seu redor, encontram uma compreensão e cumplicidade pela partilha de actividades em comum.
Assim, é a presença da realizadora que se assume como o elemento "infiltrado" neste grupo primeiro por ser alguém recente no mesmo e depois por captar os seus rituais e comportamentos de forma tão intensa transformando-se, ela própria, uma sua parte ou até mesmo, capaz de influenciar em certa medida alguns dos actos e conversas que ali se formam não deixando nunca, no entanto, de se marcarem pela sua espontaneidade.
Dinâmico sob uma perspectiva de familiaridade que ali se consegue criar falta-lhe, no entanto, a exploração de quem são estes homens e dos seus quotidianos, os motivos pelos quais encontram a sua tranquilidade naquele espaço e por entre aqueles outros que são, de certa forma, os seus pares e com quem para lá da amizade acabam por partilhar todo um modo de vida alternativo - no que a hobbies diz respeito -, possibilitando o espectador conhecer um pouco mais sobre realidades que poderão ser, à partida, distintas daquelas que muitos de nós conhecem.
.
6 / 10
.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário