quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Cowboys & Angels (2003)

.
Vaqueiros & Anjos de David Gleeson é uma pequena comédia que nos conta a história de Shane (Michael Legge), um funcionário público que insatisfeito com a sua vida refugia-se no apoio do seu novo companheiro de apartamento Vincent (Allen Leech), um estudante de moda que transforma a sua vida social.
Aquilo que à partida parecia ser uma amizade impossível entre um mais conservador Shane e um Vincent mais libertino e com experiências de vida diferentes acaba por, com o tempo, dar frutos como uma sólida e sincera amizade.
Pelo meio de uma história que passa pelos pré-conceitos que todos nós criamos a respeito dos outros, pela secualidade, pela droga e pela aventura e mudança de comportamento, aquilo que temos essencialmente neste filme é a capacidade que todos temos de, quando queremos, formar sinceras amizades com base no respeito mútuo.
Não será um filme dito "maior" nem sequer para se levar muito a sério com aquelas histórias profundamente dramáticas ou de momentos de comédia reflexiva. É apenas e só um simples filme que consegue cumprir aquilo a que se propõe... distrair o espectador. Aí é eficaz a 100%.
Os desempenhos dos actores principais bem como de David Murray são bem conseguidos e dão um retrato de uma juventude típica dos nossos dias onde os diversos opostos conseguem quase sempre encontrar pontos de concordância comuns.
Divertido, bem-disposto e muito "light", reune o essencial para ser um interessante filme do género que nos consegue distrair. Cowboys pela sua irreverência... Anjos pelo facto de no meio de tantas aventuras e esquemas não serem mais do que duas almas simples que tentam apenas (sobre)viver e conquistar sonhos.
.
.
7 / 10
.

Sem comentários:

Publicar um comentário