domingo, 2 de janeiro de 2011

João e o Cão (2008)

João e o Cão (2008) de André Marques é mais uma das pequenas grandes preciosidades da cinematografia portuguesa ao apresentar-nos uma excelente história que nos conta que aquilo que aparentemente é uma realidade aos olhos de uns pode, muitas vezes, conter uma história escondida.
Aqui conhecemos João (Chandra Malatitch, vencedor de uma menção especial no Festival de Cinema de Huesca) que percebemos ser um rapaz algo solitário e violento. Se inicialmente não percebemos os porquês, estes rapidamente desaparecem quando conhecemos o seu meio familiar e o seu pai (João Saboga), um violento alcoolatra abandonado pela mulher que descarrega as suas frustrações quer em cima do seu cão como do seu filho.
O cão um dia desaparece... e João olha o céu e percebemos que a sua vontade de liberdade é crescente e possivelmente teve o seu início naquele mesmo momento.
André Marques, que escreveu o argumento, realizou e editou esta curta está, para mim, de parabéns pois entrega-nos uma história muito bem escrita, dirigida e interpretada que mostra que o cinema português está vivo e bem vivo e que apenas espera que apareça quem conte boas histórias.
.
.
8 / 10
.

Sem comentários:

Publicar um comentário