terça-feira, 17 de novembro de 2009

Ghost Town (2008)

Ghost Town de David Koepp tem apenas uma pequena grande palavra para o definir. DESILUSÃO!!! E porquê ? Para já e logo como o argumento maior é o actor principal... Ricky Gervais. Estamos todos tão habituados a este actor fazer-nos rir por vezes com tão pouco que esperamos que venha dali uma interpretação fenomenal e infelizmente aquilo que temos é uma desgraça pegada de tentativas de gargalhada sem qualquer nexo e que resultam numa pequena grande tragédia de filme.
Os momentos de comédia são imperceptíveis... o filme não atinge em nenhum momento a situação que nos faça dar sequer um sorriso quanto mais gargalhada. Melhores efeitos para isto temos nos filmes de terror que a TVI passa às sextas-feiras a altas horas.
Um dentista que tem uma experiência de "morte" e que começa literalmente a ver os que já morreram pelas ruas de Nova York mas que, cínico como é, renega que os vê e não tem qualquer interesse em poder ajudá-los a concretizar aquilo que ficou por terminar na sua vida. Até aqui podia ser interessante e conseguir retirar algo do filme considerando que falamos da participação principal de Ricky Gervais mas... totalmente pelo contrário.
Os desempenhos de Gervais e de Greg Kinnear deixam muito, mas mesmo MUITO a desejar... Nem parecem os actores que estamos habituados a ver em boas comédias que nos dão vontade de ver e repetir.
E para acumular a esta situação imensa de desgraças a duração do filme... Dá a impressão que NUNCA mais acaba e o pior é que o filme não é assim tão longo quanto isso.
Que seja daqueles que ficam na lista negra dos actores em questão ou melhor ainda pode ser que eles neguem alguma vez terem-no feito. No fundo não foram eles... foram os sósias... Trágico... Muito trágico e um dos maiores desperdícios de dinheiro que alguma vez dei por um filme.
Nada aqui se safa, no entanto para os curiosos aconselho a não dar mais de 25 centimos pelo aluguer disto.




2 / 10


CinEuphoria Prémios'09 VOTAR AQUI

Sem comentários:

Publicar um comentário