quarta-feira, 8 de setembro de 2010

I Know What You Did Last Summer (1997)

.
Sei o que Fizeste o Verão Passado de Jim Gillespie é mais um filme de terror "teen" mas este, assumo, tem alguma qualidade dentro do género.
Com as interpretações principais a cargo de Jennifer Love Hewitt, Sarah Michelle Gellar, Ryan Phillippe e Freddie Prinze Jr., e ainda uma participação especial de Anne Heche, esta filme conta-nos a história de um grupo de amigos que, no seu último dia de aulas vindos de uma pequena festa, atropelam acidentalmente um homem. Se até aqui foi um acidente, este deixou de o ser quando decidem abandonar o corpo no mar para não arriscarem o futuro "perfeito" que os espera.
O problema começa, tal como o título do filme indica, no Verão seguinte quando começam a receber as mais ameaçadoras mensagens que chegam de várias formas e feitios de alguém que assume saber o seu terrível segredo.
Dito isto, o que é que afinal nos espera com este filme? Ora... não é óbvio? Muita correria das vítimas para fugirem ao assassino. Muitos gritos, ingrediente fundamental, ou não fosse este um filme de terror "teen". Umas quantas suspeitas sobre quem será ou não o verdadeiro assassino e, claro, muitas e muitas mortes.
Clichés atrás de clichés, também não podemos esperar outra coisa, é um facto, mas ao mesmo tempo há que admitir que o filme consegue ser por vezes enervante e estimulante e bem feito o suficiente, dentro do género, para conseguir captar a nossa atenção e ser um filme feito a um ritmo interessante e nada confuso para ser bem sucedido no seu estilo.
Além disto há que destacar o aspecto muito positivo que é o de não cair nas habituais cenas de queca com tipas muito mamalhudas que mais dão ar de comédia do que de suspense no qual este género de filme habitualmente "cai". Assim temos lá as meninas bonitas mas que não são totalmente idiotas para irem sempre para os locais onde já sabemos irem ser esquartejadas.
Dinâmico, com acção e suspense quanto baste e um argumento interessante para o estilo de filme que é, pois consegue captar-nos desde o primeiro momento até ao final algo enigmático.
.
.
6 /10
.

Sem comentários:

Publicar um comentário