quinta-feira, 16 de julho de 2009

Vidocq (2001)

Cinema francês no seu melhor. Vidocq realizado por Pitof (sim o mesmo que nos deu o terrível Catwoman), realizou esta obra vanguardista do cinema Europeu sobre crime e mistério na Paris do século XIX.
As imagens... muitas delas digitalizadas... são francamente magníficas! Temos a cidade de Paris na sua opulência e decadência que é como quem diz... no seu melhor!
Temos crime, mistério, investigação, suspeita. Muita suspeita (e suspeitos). Temos um enredo que se adensa à medida que a acção passa que chega ao ponto de nos pôr a duvidar de tudo (e todos).
Pitof aqui esmerou-se. Deu o litro. Deu-nos um filme surrealista e com um ambiente de crime numa cidade que nos habituou ao mistério e a grandes histórias.
A banda sonora é intrigante e apela aos nossos sentidos de suspeita. Quem terá sido ? Um ? Outro ? Todos ? Complot ?
Os efeitos especiais são divinais. Aqui sim. Não na obra menor com que Pitof nos presenteou anos depois.
Quanto aos desempenhos são do melhor que se pode esperar. Afinal de contas temos lá um Gérard Depardieu em plena forma e um Guillaume Canet a dar do seu melhor.
Para quem gosta de acção, mistério e um filme onde começamos a suspeitar de tudo e todos, este é o perfeito para que ninguém perca. Como tal não usem o argumento de que por ser francês é dificil de digerir (porque não é) e que o vejam pois decerto irão gostar. Vale MUITO a pena vê-lo.


10 / 10

Sem comentários:

Publicar um comentário