sexta-feira, 9 de setembro de 2016

Prémios Fénix de Cine Iberoamericano 2016 - pré-seleccção portuguesa

.
Foram divulgados no final do mês passado as oitenta e três longas-metragens de ficção e documentários pré-seleccionados aos Prémios Fénix do Cinema Ibero-Americano. Por entre os pré-seleccionados encontram-se algumas das mais emblemáticas obras cinematográficas da Ibero-América nomeadamente El Clan (Argentina/Espanha), Eva No Duerme (Argentina/Espanha/França), Un Monstruo de Mil Cabezas (México), Magallanes (Argentina/Espanha/Colômbia/Perú), Truman (Argentina/Espanha), Boi Neon (Brasil/Uruguai/Holanda), Aquarius (Brasil/França), El Acompañante (Cuba/ColômbiaVenezuela/Panamá/França), Julieta (Espanha), La Academia de las Musas (Espanha), El Apóstata (Espanha/França/Uruguai), Mimosas (Espanha/Qatar/França/Marrocos), Desde Allá (México/Venezuela), Te Prometo Anarquía (México/Alemanha), Clever (Uruguai), El Rey de La Habana (Espanha/República Dominicana) ou La Larga Noche de Francisco Sanctis (Argentina).
Entre os pré-seleccionados a competir às nomeações aos Prémios Fénix de Cine Iberoamericano encontram-se também algumas obras portuguesas nomeadamente:
  • Cartas da Guerra, de Ivo M. Ferreira (Portugal)
  • Eldorado XXI, de Salomé Lamas (Portugal/França)
  • John From, de João Nicolau (Portugal/França)
  • Montanha, de João Salaviza (Portugal/França)
  • La Mort de Louis XIV, de Albert Serra (Espanha/Portugal/França)
  • Posto Avançado do Progresso, de Hugo Vieira da Silva (Portugal)
  • Treblinka, de Sérgio Tréfaut (Portugal)
Os nomeados deverão ser conhecidos no início do mês de Novembro e os vencedores serão revelados numa cerimónia a realizar na Cidade do México a 7 de Dezembro próximo.
.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário