quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Mondial 2010 (2013)

.
Mondial 2010 de Roy Dib é uma curta-metragem documental libanesa já vencedora do Teddy no Festival Internacional de Cinema de Berlim e presente na secção competitiva de Curtas-Metragens do QueerLisboa - Festival Internacional de Cinema Queer a decorrer no Cinema São Jorge, em Lisboa.
Esta curta-metragem leva-nos a uma viagem feita por um casal homossexual libanês até Ramallah, na Palestina. Sempre rodado de câmara na mão e nunca visualizando os dois principais intervenientes, a viagem do espectador é feita através das desoladoras imagens que povoam o ecrã ao mesmo tempo que escutam os diálogos de um casal e dos seus problemas sentimentais.
Numa área geográfica onde as fronteiras físicas têm uma importância divina, o espectador é colocado num interessante paralelismo entre estas e aquelas que separam não só os povos como, para além disso, a sua sexualidade.
A filmagem em vídeo utilizada como forma de registar o universo em questão como se de um diário se tratasse e a viagem feita quase ilegalmente rumo à Palestina - ultrapassando fronteiras israelitas as quais proibem a viagem de qualquer um vindo do Líbano - captam o medo sentido pelos dois intervenientes que efectuam esta viagem não só devido à sua nacionalidade como também devido à sua sexualidade que é, desde o primeiro instante, escondida daqueles com quem convivem.
Num registo que aproxima o espectador tanto do medo como da intimidade, dos limites que separam a segurança e a sua falta e que distinguem cada indivíduo e cada comunidade, Mondial 2010 torna-se numa interessante reflexão sobre se as supostas "diferenças" que separam cada indivíduo, cada comunidade e cada povo... sobre as supostas fronteiras - nada mais do que linhas imaginárias impostas pelo Homem (tal como as diferenças) - e o quão limitantes (limitadoras) podem ser naquilo que poderia (deveria) ser um real entendimento entre os seus dois lados que, na prática, não o são.
.
.
7 / 10
.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário