sexta-feira, 12 de setembro de 2014

The Jigsaw (2014)

.
The Jigsaw de Basil Al-Safar e Rashad Al-Safar é uma curta-metragem luso-britânica de ficção presente na secção Curtas Internacionais do MOTELx - Festival Internacional de Cinema de Terror de Lisboa, a decorrer até próximo dia 14 no Cinema São Jorge.
Ao percorrer um qualquer mercado, um homem (Pedro Monteiro) entra numa pequena loja onde se deixa seduzir por uma misteriosa caixa que um renitente vendedor (Daragh O'Malley) insiste em não lhe vender.
Depois de alguma insistência o homem leva o puzzle para casa e naquela mesma chuvosa noite inicia a sua surpreendente construção.
A dupla de realizadores, também os autores do argumento, têm o seu ponto mais forte na componente técnica que insere o espectador num ambiente perfeitamente característico de um filme de terror da dita velha guarda... o meio geográfico isolado e desprovido de grande recurso ou acesso a uma civilização onde se consiga encontrar uma ajuda ou salvamento, a noite chuvosa onde contrariamente às demais parece que todo o ambiente envolvente é mais escuro e tenebroso que o habitual e isto sem esquecermos o enigma que precisa ser resolvido e que a cada passo que se dá mais misterioso se torna, aumentando assim a mórbida curiosidade em descobrir o que está por detrás de tão estranhos acontecimentos. Assim, desde a direcção de fotografia de Rashad Al-Safar que torna muito tenebre aquela noite sem esquecer o exímio design de produção de Basil Al-Safar, The Jigsaw é um entusiasmante e desafiador filme que nos preenche todas as expectativas.
Com interpretações também elas misteriosas e sinistras, principalmente da parte de Daragh O'Malley como o quase implacável vendedor que não quer - aparentemente - que aquele inocente homem compre o puzzle, The Jigsaw apenas se torna mais frágil na resolução da sua trama quando se torna evidente para o espectador qual o seu evidente desfecho.
No final, e depois de um evidente objectivo cumprido no ambiente recriado, The Jigsaw merecia ser aquela longa-metragem de terror onde todos os pequenos grandes detalhes de uma casa deserta perdida no meio de nenhures ganham vida atormentando aquele que lá se encontra através do exponenciar dos seus medos irracionais e fobias constantes que serão apenas depois confirmados com a presença de um mal real.
.
.
7 / 10
.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário