domingo, 6 de dezembro de 2009

Eden Lake (2008)

Eden Lake - O Lago Perfeito de James Watkins conta com as interpretações dos extraordinários Kelly Reilly e Michael Fassbender entre tantos outros secundários e arrisco dizer que é um dos, senão o melhor filme thriller e de suspense do ano.
A história desenrola-se quando um casal citadino decide passar um fim-de-semana romântico em Eden Lake isolados de toda a confusão da cidade. Dito isto poderíamos começar a pensar que ia ser mais um daqueles filmes onde de repente aparece um assassino psicopaa e começar a persegui-los até os matar. Mas não. Não iremos ver nada disto. Aqui eles serão perseguidos sim por um grupo de rufias adolescentes que os vão sujeitar às mais crueis torturas num relato extremamente real e credível comparável a tantos incidentes do género que acabamos por ouvir diariamente nas notícias. Aquilo que começou por ser o ideal de uns dias passados em sossego torna-se numa agonizante aventura de sobrevivência face ao mal.
No entanto, e algo curioso de se verificar aqui, é que este mal não o é com um motivo ou com uma justificação que o tenha levado a esse ponto. É sim simplesmente um mal porque o pode ser. Num local onde apenas poucos sabem o que se passa e se protegem, as responsabilizações sobre o que se faz (ou fez) nunca irão surgir.
Michael Fassbender como já vem sendo habitual nos seus trabalhos, entrega aqui mais um credível e convincente papel como uma das vítimas dos marginais, sujeito a todo o tipo de torturas e maus tratos. Kelly Reilly uma das esperanças cinematográficas britânicas e Europeias expõe-nos aqui a um sentido e dramático papel de uma vítima que tenta fugir a todo o custo das mãos daqueles que a querem capturar.
O argumento e realização do filme são extremamente consistentes, convincentes e dinâmicos o que confere um grande grau de realismo ao filme. É este tipo de mal que sabemos que acontece e é este mesmo que aprendemos a temer e a recear estar em locais isolados onde ninguém nos pode auxiliar. A realização de Watkins foi nomeada a diversos prémios e premiada no Fantasporto.
A acompanhar esta brilhante realização temos uma igualmente fantástica cinematografia da autoria de Christopher Ross e uma banda-sonora que nos leva a um estado mais enervante da autoria de David Julyan.
Finalmente não seria de deixar por referir o rosto do mal aqui interpretado por Jack O'Connell que nos dá um relato convincente de um adolescente proveniente de uma família qb disfuncional e que tem aqui a oportunidade de descarregar as suas frustrações em cima de duas vítimas inocentes. Simplesmente porque pode.
Eden Lake é aqui à semelhança do já comentado The Last House on the Left um dos grandes filmes de suspense/thriller do ano conseguindo destacar-se deste último por conseguir entregar um relato mais consistente e convincente.

8 / 10

CinEuphoria Prémios'09 VOTAR AQUI

Sem comentários:

Publicar um comentário